cenografia, figurinos e desenho de luz para:

​não és beckett, não és nada

ou a espera aprócrifa, reloaded .

teatro, criação coletiva do teatro do azeite, a partir da obra homónima de armando nascimento rosa. estreia na comuna - teatro de pesquisa, lisboa em setembro de 2009.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

 

nesta paródia onde se juntam no palco personagens de duas peças diferentes ("waiting for godot" 1948 e "happy days" 1960) de samuel beckett (1906-1989), foi claro para nós desde o início do projecto, pelo menos em teoria, o rumo de trabalho que pretendíamos seguir. desejávamos abordar a peça como um objecto artístico concreto e independente, mas enraizado num contexto específico que é a obra de beckett. como tal, propusemo-nos a explorar o absurdo e o ridículo de uma forma crua e lapidada, com uma espécie de filtro beckettiano ao qual recorríamos sempre que possível, nunca esquecendo a paródia como conceito fulcral. a nossa paródia beckettiana forma-se então através de uma miscelânea de facetas e características que procuram a função comunicante do acto teatral. recorremos para tal a estratégias cénicas de cunhagem beckettiana, como sejam: a limpeza de movimentos, a dilatação do tempo teatral e uma cenografia minimalista; bem como também a divisão do foco teatral, o ludismo inerente à comédia e as reacções e situações típicas do nonsense – visando, com tudo isto, construir uma eventual unidade cénica.


procurámos, com esta encenação partilhada, trazer à cena uma peça que, apesar da sua especificidade dramatúrgica, possa interpelar não somente aqueles que já fruem e conhecem o imaginário de samuel beckett, mas igualmente a todos os que simplesmente apreciem no universo do teatro as infindáveis maneiras que este tem de surpreender e de nos fazer pensar enquanto nos diverte.


carlos malvarez

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

em 2009, assinalámos os 20 anos do falecimento de samuel beckett (1906-1989) e curiosamente os 50 anos da estreia portuguesa de “à espera de godot” (ocorrida em 18/4/1959, no teatro da trindade, com encenação de ribeirinho) o teatro do azeite irá levar à cena este texto nunca antes representado, numa versão nova que o autor destinou para o colectivo (e com o qual irá colaborar em situação interactiva durante o processo de ensaios), agora com o título “não és beckett, não és nada ou espera apócrifa reloaded” que será publicada pela editora apenaslivros, no momento da respectiva estreia na comuna – teatro de pesquisa.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.