cenografia para:

nous inner perception

chegar até ao outro lado do “espelho”

 

dança contemporânea com coreografia de daniel cardoso para a quorum ballet coª dança contemporânea. estreia no teatro recreios da amadora, em maio de 2014.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

fotografia de cristina cardoso

desenho de luz: vítor cândido

video: antónio cabrita
figurinos com concepção e realização dos alunos da especialização em realização plástica do espetáculo do curso de produção artística da escola artística antónio arroio: catarina magalhães, pedro rocheteau, inês asper, raquel gonçalves, sofia mendes

produção: raquel vieira de almeida

 

nous, termo filosófico grego que significa actividade do intelecto ou da razão em oposição aos sentidos materiais. podendo ser considerado sinónimo de inteligência ou pensamento, utilizado para descrever uma forma de percepção que opera dentro da mente referido por muitos como o sexto sentido. a intuição de cada um, algo que não é objectivo ou linear… ao contrario da informação concreta que recebemos através dos sentidos. ao invés do termo “nous” surge o “olhar”, talvez o mais rico dos sentidos. cada vez vivemos mais deslumbrados pela nossa reflexão, pelo nosso aspecto e pelo que isso significa para os outros. utilizando uma linguagem coreográfica complexa, com uma fiscalidade algo acelerada, faz-se a analogia ao olhar – o mais forte dos sentidos, que nos traz informação quase que instantânea. pretende-se chegar mais perto do intelecto e da mente, ver e sentir para além do olhar, chegar até ao outro lado do “espelho” porque caminhamos e vivemos a uma velocidade vertiginosa, cada vez menos ligados e cada vez menos absorvidos.